//
você está lendo...
Artigos

COPA: Governo recebe comerciantes, mas protesto de proprietários de imóveis será nesta segunda

Image

O secretário da Casa Civil do Governo do Estado, Tadeu Alencar, recebeu neste sábado uma comissão formada por comerciantes que sofrem com desapropriações por conta de obras da Copa do Mundo e representantes do Comitê Popular da Copa. A conversa marcada a pedido do prefeito de Camaragibe, Jorge Alexandre, após a divulgação de protesto que será realizado na próxima segunda no Centro de cidade, parecia ter o mesmo sentido de outras que acabaram esbarrando na burocracia dos difíceis processos de desapropriações em comunidades carentes, mas um depoimento em particular emocionou aos pouco mais de 20 presentes.

As demandas apresentadas pela advogada Paula Souza, que representa moradores de Cosme e Damião e comerciantes de Camaragibe, pareciam ser respondidas sempre com o mesmo tecnicismo pelo secretário e pelo procurador geral do Estado, Thiago Arraes de Alencar Norrões. E a decepção de mais uma vez não terem sido atendidos pelo governador Eduardo Campos, depois de promessa feita por representantes do Governo Municipal, tornava mais difícil para quem está sofrendo há muito tempo por conta das obras da Copa do Mundo (e havia trabalhado para organizar um ato público na próxima segunda-feira, no Parque da Cidade, a partir das 6h) a tentativa de acreditar nas promessas dos gestores.

Conhecida como Tia Nita, a professora Maria José dedicou sua vida à pedagogia e como educadora do Colégio Santa Sofia teve como alunos muitas das lideranças políticas de Camaragibe. Mas ela admitiu que se sentiu pressionada ao negociar com representantes da Secretaria das Desapropriações o terreno que será desapropriado da escola: “eu que tenho uma formação e sou pegagoga me assustei… Imagine aquelas pessoas mais simples! Vocês deviam tratar a gente como as pessoas mais especiais do mundo”, explicou ao secretário.

A senhorinha, pequena de tamanho e enorme na fibra, disse que a idade e a hepatite C lhe impedem de ter uma atuação mais enérgica. Mas explicou que chegou a receber proposta de R$5 milhões para vender o Colégio Santa Sofia, muito antes da construção da Arena Pernambuco e da valorização ocorrida nos terrenos da região. “Eu disse ao corretor que nem por R$10 milhões eu venderia, porque foi uma herança de família e dediquei toda minha vida à pedagogia. Mas o laudo (apresentado pelo Governo) não chega nem a R$400 mil por mais da metade da área”, explicou o seu caso.

Mas a professora fez questão de contar aos políticos da situação de outras pessoas idosas. Como uma senhora que entrou em depressão após a notícia de que seu imóvel seria desapropriado, teve uma alta de glicemia e acabou falecendo. E do veterinário Ricardo Cardeal, que ainda não recebeu a indenização pela casa desapropriada no bairro de Cosme e Damião, e já se vê na iminência de ter desapropriada também sua clínica veterinária (na Avenida Belmiro Correia, em Camaragibe).

“Vocês vejam os danos que (as obras) estão causando, não só financeiros. Estamos aqui por uma razão maior: Justiça. Gostaria que vocês, com muito amor e carinho, se juntassem ao nosso governador para refazer as avaliações dos terrenos”, encerrou Maria José, de sua forma doce resumindo o anseio dos comerciantes de Camaragibe de serem recebidos por Eduardo Campos e de terem interrompido o processo de desapropriações para que sejam reavaliados todos os imóveis.

Secretário promete analisar possibilidade de reavaliar imóveis em Camaragibe

Image

A advogada Paula Souza afirma que a primeira grande reclamação dos comerciantes de Camaragibe é em relação às avaliações das desapropriações. De posse de pesquisa feita por pessoas que estão tendo seus imóveis desapropriados, ela denunciou que na cidade foram escolhidos “23 imóveis e nove deles simplesmente não existem”. O estudo questionado pelos comerciantes foi realizado pelas empresas Diagonal e Maia Melo Engenharia.

Além disso, a advogada lembra que Camaragibe tem apenas quatro zonas comerciais e nenhuma delas foi contemplada pelos avaliadores. O procurador Geral do Estado, Thiago Arraes de Alencar admitiu que podem haver problemas com alguns laudos e explicou que devido à grande demanda o Governo teve de optar por contratar serviços de empresas terceirizadas para agilizar esse tipo de serviço. “A gente tem celebrado acordos em 80% a 90% dos casos no Ramal da Copa”, ressaltou o procurador, já que são centenas de processos.

A reunião foi pontuada por diversos comerciantes que sentiram necessidade de expor suas situações e sempre analisavam aspectos diferentes, como a possibilidade de continuar nos imóveis até o início de 2014 ou a ansiedade dos funcionários que não sabem se serão demitidos ou quando. Mas todos tinham em comum a reclamação de terem considerado injustas as avaliações feitas pela Diagonal/Maia Melo. Além disso, o repórter Eduardo Amorim (que integra o Comitê Popular da Copa de Pernambuco e representava na reunião o movimento Direitos Urbanos) citou a situação de famílias que tiveram suas casas desapropriadas na comunidade de Cosme e Damião (vizinha à Arena Pernambuco) e não conseguem adquirir imóveis semelhantes ou até mesmo não receberam ainda as indenizações e sofrem com aluguéis altíssimos, já que a área se valorizou muito nos últimos anos. E a advogada Carla Guareschi sugeriu que o Governo do Estado estude uma alternativa “chave a chave” para as 57 famílias que estão sofrendo desapropriações no bairro do Coque (que liga o Centro à Zona Sul do Recife).

Em relação às avaliações, Tadeu Alencar garantiu que o Governo do Estado não tem “compromisso com erros nas avaliações. Temos que identifica-los, esclarecer as impropriedades e dar total transparência à base de dados”. Nesta segunda-feira, o procurador Geral do Estado, Thiago Arraes de Alencar, ficou de participar de reunião a partir das 17h para tratar de questões jurídicas das avaliações e dos processos de desapropriações.

“Se em algum momento os agentes públicos deram pouca atenção ao diálogo a gente está aqui para corrigir isso”, resumiu o secretário da Casa Civil. Segundo o prefeito de Camaragibe, os comerciantes devem ser recebidos nesta segunda-feira, a partir das 16h, pelo secretário das Cidades Danilo Cabral. Só depois disso os comerciantes devem definir se ainda precisam de reunião com o governador Eduardo Campos. Moradores do Coque, da comunidade de Cosme e Damião e de outras localidades atingidas pelas obras de mobilidade da Copa do Mundo também foram convidados para o protesto desta segunda-feira, a partir das 6h, no Parque da Cidade (Camaragibe).

Comerciantes e moradores mantém protesto que será realizado nesta segunda

Image

A reunião entre comerciantes e representantes do Comitê Popular da Copa com o secretário Tadeu Alencar foi intermediada por representantes da Prefeitura de Camaragibe. Ao final do encontro, o secretário da Casa Civil do Município, Silvio Azevedo, fez um apelo para que os populares repensassem e diante do diálogo iniciado cancelassem o protesto que está sendo organizado para a próxima segunda, a partir das 6h, no Parque da Cidade (Camaragibe).

No entanto, os representantes dos movimentos sociais, do Comitê Popular da Copa e dos comerciantes em conversa posterior ao encontro decidiram manter o protesto, que deve agregar também representantes das cidades de São Lourenço da Mata e de comunidades do Recife.

Anúncios

Discussão

Um comentário sobre “COPA: Governo recebe comerciantes, mas protesto de proprietários de imóveis será nesta segunda

  1. Esse é o alto preço do “desenvolvimento”: pessoas deslocadas de seus habitats e desconsideradas em seus direitos. Não sei se vale a pena… O capital material sempre acima do capital humano.

    Publicado por Ceiça Araújo | 14 14UTC agosto 14UTC 2013, 21:33

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Assine o blog pelo Facebook

%d blogueiros gostam disto: