//
você está lendo...
Ações e mobilização, Clipping

DP – OcupeEstelita discute direitos urbanos

No Recife, um movimento de ocupação do espaço público, com inspiração no Occupy Wall Strett, convoca todos os descontentes com o consórcio Novo Recife Empreendimentos, para tomar as calçadas dos armazéns do Cais José Estelita no próximo domingo (15), das 9h às 16h. Com apoio de diversos segmentos da sociedade, o OcupeEstelita não se opõe apenas à criação, na região central do Recife, de ao menos 12 torres, algumas com mais de 40 andares. O movimento busca manter vivo o debate sobre o modelo de ocupação verticalizado que a cidade adotou nas últimas décadas. No alvo, também está a controversa construção de quatro viadutos sobre a Avenida Agamenon Magalhães.
Cartaz do Movimento OcupeEstelitaSegundo a mobilização, levada a cabo em redes sociais, com destaque para atuação do grupo Direitos Urbanos, no Facebook, o modelo adotado pelas políticas públicas do Recife e do estado desconsidera questões urbanísticas básicas como a mobilidade, a preservação da memória histórica e o arejamento da cidade. Além de semelhanças com o Occupy Wall Street, como a falta de programa e a coordenação difusa, o OcupeEstelita aproxima-se de mobilizações como o movimento paulistano Baixo Centro, associando ações culturais ao discurso político.

“Estamos buscando promover oficinas de pintura de camisas, com as marcas do movimento e algumas bandas e músicos estão se organizando para levar instrumentos. Além disso, ciclistas estão combinando e avaliando a adesão de mais participantes, para irem de bicicleta do Derby até a Bacia do Pina, juntando-se a nós. As pessoas estão livres para manifestar suas ideias da forma como quiserem, sempre respeitando o outro e o patrimônio”, explica Henrique Mafra, designer e estudante de Arquitetura e Urbanismo na Universidade Federal de Pernambuco, e um dos muitos nomes à frente do OcupeEstelita.

Henrique afirma que os simpáticos ao movimento podem levar instrumentos musicais, além de alimentação para quem desejar fazer piquenique.

O projeto de revitalização da área do Cais José Estelita foi apresentado pelas empresas ARA Empreendimentos, Queiroz Galvão, GL Empreendimentos e Moura Dubeux. Em audiências públicas promovidas para discutir a proposta, o diretor de desenvolvimento imobiliário da Moura Dubeux, Eduardo Moura, defendeu que o consórcio Novo Recife preserva o patrimônio histórico e evita os danos ambientais no entorno do bairro de São José.

Anúncios

Discussão

Um comentário sobre “DP – OcupeEstelita discute direitos urbanos

  1. Estou feliz com esta resposta da sociedade civil à investida das grandes coorporações imobiliárias que pretendem lucrar com o estrangulamento da cidade e a segregação urbana, com a aquiescência do poder público. Domingo vou passar por lá com mina esposa e filho!

    Publicado por Esdras Peixoto | 10 10UTC abril 10UTC 2012, 18:27

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: